download download download download download

sábado, 11 de julho de 2020

O carro ou a neta?

O apego às coisas materiais é uma das características mais fortes desta sociedade afastada de Deus; priorizar as coisas em detrimento de pessoas é uma marca reveladora da ausência de Cristo na vida. Ou somos reconhecidos como discípulos do Mestre, por imitá-lo, inclusive no amor, ou o negamos por um padrão oposto aos seus ensinos

auto
Imagem: Pixabay

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (João 13:35)

 

Pr. Cleber Montes Moreira


Presenciei um episódio em que uma neta ligou para o avô pedindo que a buscasse na escola. Naquela tarde havia chovido bastante, e a menina disse que estava toda molhada. O avô pronunciou algumas palavras ríspidas, desligou o telefone e comentou zangado: “Se ela pensa que vai entrar no meu carro molhada, está enganada!” Após ouvir tal coisa passei a refletir sobre como temos priorizado coisas menores em detrimento das que são realmente importantes. Também pensei sobre qual tem sido o tratamento frequente daquele homem para com sua neta, bem como que tipo de lembrança ela terá dele no futuro. Certamente que se recordará de um dia em que seu avô se recusou a deixá-la entrar em seu carro, só porque estava molhada da chuva. Confesso que quis ser, ao menos por uns minutos, o avô daquela menina, ir buscá-la e levá-la para o conforto do lar. O carro? Eu não tenho um carro novo, mas se tivesse que diferença isso faria? Certamente que abriria a porta e a deixaria entrar sem me importar com o estofado. Os bens materiais são para que nos sirvamos deles, as pessoas para serem amadas. Quem faz o contrário quebra o grande mandamento: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Marcos 12:31). E, se devemos amar o próximo, os mais próximos são os nossos familiares. Portanto, o amor começa em casa.

O que você tem escolhido amar? O carro ou a neta? Os bens materiais ou as pessoas? Quais são os verdadeiros tesouros guardados em seu coração? O amor, não pelas coisas mas pelas pessoas, é a maior característica do cristão. Pense nisso!

 

 

Fato ocorrido em 2015.