download download download download download

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Para as boas obras

A ideia de que as boas obras são essenciais para a salvação está enraizada na cultura religiosa brasileira, mas é este um ensino bíblico? As obras são meio para a salvação ou resultado dela?

Bíblia
Imagem: Pixabay

“Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.” (Efésios 2:10 — NVI).


Pr. Cleber Montes Moreira


Embora pessoas sem a experiência da salvação possam realizar coisas boas e receberem aprovação social, elas não o fazem como fruto de uma vida nova. Até os maus podem praticar o bem (Mateus 7:11), mas jamais serão justificados perante Deus pelo que fazem.

William Barclay escreveu: “Todas as obras boas do mundo não podem nos justificar diante de Deus, mas uma vez que fomos justificados perante Ele nosso cristianismo terá algo radicalmente errôneo se não frutificar em boas obras”. É verdade! Embora Paulo ensine que somos salvos pela graça, mediante a fé, e não pelas obras, razão pela qual não temos mérito algum na obra da salvação (Efésios 2:8,9), ele também nos faz saber que as obras têm lugar na vida cristã, pois, pela operação da graça, o homem novo foi criado em Cristo para as boas obras. Sim, as boas obras seguem a experiência da fé e novo nascimento — elas não são o meio para alguém alcançar a vida eterna, mas resultado dela; são realizadas pela atuação do Espírito Santo que habita e frutifica nos salvos. Assim, o novo viver é a manifestação de Deus em nós, agindo em nós e por meio de nós, realizando coisas boas para a glória não do homem, mas daquele que o fez nova criatura.